A Crise Vocacional e o Abandono da Vida Consagrada

Frei Inácio José do Vale

A cultura do provisório tem influência também nas crises vocacionais. Essa foi uma das constatações evidenciadas durante o dia de estudo sobre o tema, realizado no Instituto de Espiritualidade da Pontifícia Universidade Antonianum de Roma. A esse propósito, o secretário da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, Dom Frei José Rodríguez Carballo, ex-Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores, que falou sobre as cifras e as motivações das crises vocacionais de religiosos, diz ele: “É verdade que os abandonos são preocupantes; assim como é verdade que não posso aceitar que tais abandonos sejam normais, porque depois de tantos anos de formação não é normal que um jovem frade ou uma jovem irmã diga: “Não quero mais isso. Deixo!”. Vemos que as cifras são significativas: estamos falando, mais ou menos, de três mil abandonos a cada ano. É o que chega à nossa Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e à Congregação para o Clero” (1).

Continuar lendo

Eu danço como o Rei Davi? Uma proposta de reflexão para os dançarinos di Zizuiz

 

Obra de James Tissot: Davi dançando diante do Senhor com toda a sua energia[/caption]
Na procissão triunfal da entrada da Arca de Aliança em Jerusalém, ele dançou empolgadão ao som dos tamborins. O Rei Davi jamais poderia imaginar que este gesto o levaria, dois mil anos depois, a ser “eleito” o padroeiro extra-oficial dos sacolejantes “ministros da dança litúrgica”. Continuar lendo

por Católicos na Rede Postado em Artigos

Os leigos e a consagração da Eucaristia

Cardeal Orani João Tempesta
Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro

Tem voltado à tona alguns debates sobre a questão do sacerdócio ministerial. Falou-se sobre a possibilidade de haver a consagração do pão e do vinho por parte de leigos, especialmente onde faltam sacerdotes válida e licitamente ordenados. Aqui não estaria se tratando dos assim chamados “viri probati”, ou seja, a ordenação de homens casados, mas sim de cristãos leigos sem ordenação sacerdotal. Na última Assembleia da CNBB emitimos um documento muito importante sobre os cristãos leigos e sua missão na Igreja. A presença do laicato na Igreja e, como Igreja, no mundo tem uma grande área de atuação, mas o sacerdócio comum dos fiéis não se confunde com o sacerdócio ministerial.

Continuar lendo

Papa Francisco – entrevista ao jornal Die Zeit

Papa Francisco – entrevista ao jornal Die Zeit: “sou um pecador… um homem comum…”

Cidade do Vaticano (RV)

– O Papa Francisco concedeu uma entrevista ao jornal Die Zeit de Hamburgo, na Alemanha. A entrevista foi realizada em italiano pelo editor-chefe do jornal, Giovanni di Lorenzo.

O jornalista iniciou  o diálogo com o Pontífice evocando que se diz que o Papa tenha permanecido, em Augsburgo fascinado por um quadro do século XVIII de Nossa Senhora Desatadora dos Nós, pintado por um artista barroco. Francisco respondeu que não é verdade, pois nunca foi a Augsburgo.

Continuar lendo

por Católicos na Rede Postado em Papa

Homilia do Papa Francisco na Santa Missa de Quarta-feira de Cinzas

 

Convertei-vos a Mim de todo o coração, (…) convertei-vos ao Senhor” (Jl 2, 12.13): é o grito com que o profeta Joel se dirige ao povo em nome do Senhor; ninguém podia sentir-se excluído: «Juntai os anciãos, congregai os pequeninos e os meninos de peito, (…) o esposo (…) e a esposa» (Jl 2, 16). Todo o povo fiel é convocado para se pôr a caminho e adorar o seu Deus, «porque Ele é clemente e compassivo, paciente e rico em misericórdia» (Jl 2, 13).

Continuar lendo

por Católicos na Rede Postado em Papa

Mensagem do Papa para a Quaresma 2017

A Palavra é um dom. O outro é um dom

Amados irmãos e irmãs!

A Quaresma é um novo começo, uma estrada que leva a um destino seguro: a Páscoa de Ressurreição, a vitória de Cristo sobre a morte. E este tempo não cessa de nos dirigir um forte convite à conversão: o cristão é chamado a voltar para Deus «de todo o coração» (Jl 2, 12), não se contentando com uma vida medíocre, mas crescendo na amizade do Senhor. Jesus é o amigo fiel que nunca nos abandona, pois, mesmo quando pecamos, espera pacientemente pelo nosso regresso a Ele e, com esta espera, manifesta a sua vontade de perdão (cf. Homilia na Santa Missa, 8 de janeiro de 2016). Continuar lendo

por Católicos na Rede Postado em Papa

Igreja Verdadeira

 

Monsenhor Pedro Teixeira Cavalcante
Diocese de Maceió
Vigário Episcopal
Não são muitos no mundo aqueles que professam a fé em Jesus Cristo. Isto é muito triste, mas é mais triste ainda o fato de que os que se dizem cristãos ou não conhecem sua fé, ou não seguem os mandamentos do Senhor. É triste também que muitos cristãos, embora conheçam sua fé; embora frequentem seus preceitos, vivem cheios de orgulho, de vaidade, de rancor, de ódio, deixando-se levar por mentiras, por comentários desairosos, por calúnias. Continuar lendo

por Católicos na Rede Postado em Padres