Tudo está dando errado na sua vida? Pare e reflita

Todos sabemos que a vida é feita de “altos e baixos”, onde momentos “bons” são intercalados com momentos “ruins”, não necessariamente nesta ordem. Em determinadas fases, nos encontramos felizes e radiantes, parece que o universo conspira ao nosso favor.
Em contrapartida, existem outras fases que parece que a vida perde o controle e tudo fica de “cabeça pra baixo”; e nós acompanhamos o ritmo, perdemos o rumo e nos sentimos confusos em meio a tanta desordem, colaborando com nossas condutas para o prolongamento da situação. Uma desilusão aqui, um desencontro ali, uma decepção acolá, e neste somatório, nos sentimos usurpados pela vida, onde temos a falsa impressão de que as coisas não têm mais jeito.

Engano! Tem jeito sim!

A boa noticia é que nenhum problema ou desafio permanece para todo o sempre e muitas vezes a pedra de tropeço no seu caminho é aquela oportunidade de avanço. A vida é mesmo assim, vamos acertando e errando, caminhando e caindo. Nesta caminhada temos avanços e retrocessos e assim vamos aprendendo. O bom disso tudo é que, em sua sabedoria, a vida sempre traz compensações, pois daqui a pouco as regras mudam e o jogo se inverte configurando um novo panorama.
Se você está passando por uma fase difícil, este texto foi feito especialmente para você. Agora, ao invés de se lamentar de sua situação um tanto indesejada, tome algumas atitudes para tentar mudar seu estado. Este é o momento de parar, respirar fundo e refletir em 13 aspectos para serem lembrados e praticados em momentos delicados:

1- Tudo na vida tem um lado positivo:
Perceba a crise como sua aliada, como uma oportunidade de crescimento, aprendizado e mudança para uma vida melhor. As dificuldades nos convidam a sair do lugar comum, da nossa zona de conforto. Nos momentos de dificuldades somos compelidos a aguçar a nossa criatividade, persuasão e imaginação na resolução de conflitos e desafios. Neste momento buscamos desenvolver estratégias que não desenvolveríamos se não tivéssemos nenhuma crise deflagrada. Portanto, a ideia é focar sempre nos aspectos positivos das experiências, agarrando-se a elas, pois esta visão otimista será o suporte no momento de lutas travadas, tornando-nos mais fortalecidos e fazendo-nos progredir sempre.

2- Se for necessário, deixe ir embora, se desapegue:
Cada um de nós tem aquela intuição através de mensagens subliminares de que algo chegou ao fim, embora muitas vezes não queiramos aceitar. Outras vezes, a mensagem é totalmente explícita. Não tente reter coisas, pessoas ou circunstâncias que não querem permanecer ou que já se foram, pois é perda de tempo, esforço e energia. Presentifique sua vida. Deixe o passado deteriorado para trás e abra espaço para novas possibilidades. Sempre acredito que se algo não deu certo é porque outra coisa melhor está por vir. Vá ao encontro, não fique parado se lamentando. Como relatei em um outro texto: Não existem perdas, o que se foi cumpriu o seu propósito. Agradeça, tome uma atitude proativa e passe para a etapa seguinte.

3- Perdoe e siga o seu caminho:
Sem o perdão a vida se torna inviável, pois é impossível viver carregando lixo emocional, visto que este é altamente tóxico para nossa saúde física e psíquica. O rancor, a magoa, o ódio, o ressentimento e a falta de perdão são energias estagnadoras que impedem o nosso progresso e prosperidade. O perdão é a fonte da transmutação do ser, da conexão com o “eu” divino. Deste modo, perdoar a quem nos prejudicou não é somente um ato de benevolência para com o outro, mas sobretudo uma atitude de inteligência para conosco, embora não seja um processo fácil. Mas acredite, vale a pena. Uma vida de qualidade advém de bons sentimentos, de bem-estar e de completude. Estes estados não apresentam afinidade com ressentimentos ou sentimentos de vingança. Descarregue os sentimentos “ruins”, perdoe, se alivie e siga em frente, afinal de contas todos nós erramos.

4- Toda experiência é transitória:
Tudo na vida passa, nada é definitivo. Esta frase pode parecer clichê, mas geralmente é esquecida quando nos desesperamos diante de determinadas situações que parecem não ter fim. Tem momentos que parecem eternos, nos tiram a paz e o sossego. Diante da pressão e do estresse de acontecimentos desagradáveis, parece que a Via Crucis é interminável. Mas tudo se renova e se transforma, tudo tem início e término. Aproveite para aprimorar-se com as dificuldades e tirar sempre uma lição de vida para si.

5- Não assuma posição de vítima:
Se algo está desorganizado em sua vida, você contribuiu direta ou indiretamente. Sendo assim, reflita e reveja os pontos em que falhou, aprendendo com cada um deles. Assuma uma posição de pessoa ativa, responsável e consciente. Quando você assume o papel de vitima, o poder da sua vida passa para as mãos de terceiros, sendo você mero espectador impotente diante dos fatos e das pessoas. Responsabilize-se por sua vida e transforme a sua realidade com atitudes assertivas. Infelizmente não podemos transformar tudo em um passe de mágica; portanto tenha paciência para esperar a tempestade passar, pois sem chuva as arvores não crescem e os campos não florescem.

6- Seja paciente com a vida:
Nada acontece por acaso e tudo na vida é uma construção ou desconstrução. Sendo assim, tudo tem seu tempo, sendo necessário desenvolvermos a paciência, a perseverança, a tolerância e a sabedoria para esperarmos o tempo certo das coisas sem frustração. No entanto, nunca confunda passividade com paciência. A espera associada à perseverança é uma conduta ativa e consciente onde trabalhamos no que podemos na construção do nosso propósito. O problema é que na atualidade, perdemos o sentido e o significado processual, ou seja, queremos tudo pronto, bem feito e se possível para ontem. Nem sempre o tempo para que algo aconteça é o tempo que estipulamos. Em muitas situações, podemos e devemos ser ativos, mas em outras a espera é necessária. Como diz a sabedoria bíblica, tem certas ocasiões na vida que mais vale ser paciente que valente. Vale a pena esperar o desabrochar do broto, do contrário não vislumbraremos a beleza da rosa.

7- Seja grato por tudo que tem:
Somos seres da dimensão da falta e da ordem do desejo e portanto nunca teremos tudo. Sendo assim, agradeça o que possui ao invés de reclamar o que ainda não possui. Valorize o que você tem e o que conquistou. Geralmente estamos focados no que queremos conquistar ou no que não temos. Nunca estamos disponíveis para saborear nossas conquistas e já queremos logo outra coisa. Vivencie suas vitórias e lembre-se que sem sentimento de gratidão não poderemos usufruir da verdadeira felicidade, já que estaremos focados na incompletude e na frustração.

8- Mantenha firmes a fé e a esperança na vida:
Todos temos adversidades e estas nos fortalecem quando bem vivenciadas. Não desanime diante dos obstáculos, nem se esconda em seu caracol, em seu casulo. Viva, adquira experiencia, cresça, aprimore-se. Abra a alma e o peito pra vida; esteja e seja pro que der e vier. Comece ressignificando seu sistema de crenças, na maioria delas, limitantes e negativas. Muitas vezes a vida reserva surpresas, portanto, mantenha uma posição otimista, mesmo que tudo prove o contrário. Uma posição otimista é capaz de verdadeiros milagres. Experimente esta proposta e veja os resultados.

9- Transmute dificuldades em oportunidades:
Não existem grandes vitórias sem grandes lutas. Grandes transformações necessitam de tempo de elaboração. Aproveite cada dificuldade que a vida oferece para ter mais sabedoria, para desenvolver novas habilidades e capacidades. Através da determinação, do trabalho, do otimismo, da perseverança e da força de vontade poderemos transformar dificuldades e superar as próprias limitações. As melhores oportunidades geralmente se apresentam em forma de dificuldades disfarçadas. Observe atentamente as dificuldades e veja onde e como pode tirar uma oportunidade de crescimento e realização. Portanto não se lamente, mas agradeça. Utilize todas as circunstancias “boas ou “ruins” para o aprimoramento de todas as áreas da sua vida.

10- Não pretenda ter o controle de tudo:
Como foi relatado anteriormente, devemos ser proativos, ter atitude e sermos agentes de transformação das nossas próprias experiencias. No entanto, em alguns aspectos, somos limitados. Deste modo, é necessário discernir entre o que podemos e devemos modificar e o que não podemos sequer controlar. Não podemos controlar pessoas, algumas circunstâncias ou situações, mas podemos modificar e controlar a nós mesmos. A partir de uma mudança de disposição e de conduta, indiretamente as pessoas e circunstâncias também mudarão. Mantenha-se sempre motivado, agindo de acordo com os recursos de que dispõe.

Para refletir:
É no momento da batalha que você desenvolve sua “força interior”. Se você persistir, a vitória será sua. Não abaixe a cabeça para as dificuldades. A a vida é sua e só você pode mudá-la, só você pode consertá-la, só você pode reescreve-la. O auxílio externo é muito importante como suporte em momentos delicados, mas o movimento de mudança deve necessariamente partir de você. Ninguém pode fazer este trabalho. Sendo assim, reavalie estes 13 aspectos da sua vida, mude de perspectiva e não perca mais tempo: abrace a felicidade e viva uma vida de qualidade que é sua por direito.

FONTE: Psiconlinews Copyright © 2016Psiconlinews

Anúncios
por Católicos na Rede Postado em Artigos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s